quarta-feira, 15 de julho de 2015

O par de brincos

Para Ana Rosa

Ainda tenho aquele par de brincos
Ganhado em outrora, em um passado longínquo
Símbolo de amor... Tão puro... Tão limpo.

Ainda tenho aquele par de brincos...
Os brincos e hoje, a lembrança da pessoa que você foi
E da pessoa que você ainda é...

Mesmo distante, ainda permanece o amor
Que não diminui, quem sabe só aumenta
O contato, é quase nulo, mas o sentimento?

Ah o sentimento... Sobreviverá para sempre...
Um amor puro, não se perde assim
Você é importante, e sempre será, e mesmo distante na minha vida, você permanecerá.

O Retrato

  Era um olhar encantador.   Uma candura na forma de rosto de menina, de mulher, que conseguia esconder bem, todos os seus segredos. Era ...