terça-feira, 25 de agosto de 2015

As folhas do caderno

Para o caderno que neste ano, me suportou bastante, basta saber se este suportou é de dar suporte ou de suportar.

Para a última folhado meu caderno
Ofereço o meu profundo agradecimento
Por aguentar os meus dias felizes e profundos lamentos
Muitos escritos, letras, rabiscos e uma profusão de sentimentos

Por ter chegado aqui... Quanta coisa escrevi
Quantos momentos vivi
Quantas coisas registrei....
E o melhor, quantas coisas imaginei

Porque um caderno é um registro de vida
Por mais que seja um caderno específico
Exercícios? Receita? Um diário? Não interessa, é vida
Pedaços do seu ser, registrado em papéis, em ordem

E eis que chego à última página
O fim que precede um novo começo
Recomeço, novos registros, novos pedaços de vida
A escrita, a ideia, o sentimento, a existência...

Novos pedaços de vida
Que nos torna um só
Vida através da escrita
Vida através de um respiro

Vida que respira e transpira
Que sangra e que escorre
Desejos, letras, contas ou lições
Explicam tudo que vai m nossos corações.

O Retrato

  Era um olhar encantador.   Uma candura na forma de rosto de menina, de mulher, que conseguia esconder bem, todos os seus segredos. Era ...