terça-feira, 8 de setembro de 2015

Poesia

  Existe poesia em tudo, inclusive nas coisas que não se vê, pois a poesia consiste muito mais na beleza escondida, cabe a nós fazê-la aparecer.
  Não se faz poesia somente com palavras, embora seja esta, a forma mais comum (para os que não estão preparados) de aparecer.
  Há poesia no luxo e no lixo, nas fotografias e nos desenhos. No olhar e escondido na ponta daquele sorriso de canto e na gota da lágrima que teima, pelo rosto, escorrer.
  Existe poesia em cada vida, pensamento e sentimento, racional e irracional.
  Não está somente no arco-íris, está também na chuva. E não está somente no clima ameno que acaricia gentilmente a nossa pele. Está no sol escaldante do deserto e na maior das chuvas torrentes. Está no Grande Criador, se assim você acredita, mas, se não acredita, lá ela está, também, pois a poesia é uma centelha de vida, é aquilo que sempre está a nos inspirar.
  Ela é o conjunto das palavras mais bonitas, e também, aquelas que deixam a desejar. A poesia é tentativa e erro, e muito mais coisas, basta saber olhar.
  A poesia é o tudo e o nada, uma estrela a brilhar. Céu, luz, infinito. Universo e o que mais temos para encontrar.
  Ela está em mim, em você. E está em todo lugar... Se não viu, olhe bem, que um dia, você irá enxergar!

O segredo de seus olhos

  Seus olhos, um vitral, o mais agradabilíssimo de se ver.   Seus olhos, um mistério, o que eu mais gostaria de entender.   Seus olhos,...