terça-feira, 28 de junho de 2016

Retrato escrito

Engana-te se tu achas que é impossível
Te retratar somente com o pincel
Pois saiba que retrato com cada palavra
Que a minha pena profere

É que nela está contida o meu desejo
Que inflama a tinta na brancura do papel
Como o meu toque sobre a tua pele
E incandesce

O negro da tinta que pode ser facilmente
Confundida com o preto de seus cabelos
Belos fios que se emanharam nas sentenças
Proferindo todo o meu sentimento em ardor

A profundidade dos teus olhos
Se retratam no poema
Que se formam nas minhas estrofes
E me perco...

Teu corpo, uma poesia perfeita
Que mexe com meus brios, saudade e sentimento
Te retratando por meio dos meus dedos
Te interpretando por nossa expressão

O Retrato

  Era um olhar encantador.   Uma candura na forma de rosto de menina, de mulher, que conseguia esconder bem, todos os seus segredos. Era ...